domingo, 5 de março de 2017

SÍNDICO PROFISSIONAL




O mercado imobiliário está em grande ascensão, motivo pelo qual, aqueles que optam por residir em condomínio, necessitam ser gerenciados por profissionais capacitados.
Nesse passo, os interesses dos condôminos e as obrigações dos
síndicos acompanharam a proporção desenfreada de crescimento do mercado imobiliário, sendo que não raras as vezes, o cargo eletivo de síndico não é preenchido com facilidade nas Assembleias Condominiais.
Diante da situação instaurada, nasceu à necessidade da criação da figura do síndico profissional, função legalmente estabelecida na legislação civil e de enorme valia aos condomínios residenciais e/ou comerciais.
O síndico profissional assume o caráter de prestador de serviços ao condomínio, sem vínculo empregatício, abraçando todos os deveres impostos ao cargo de síndico/morador, atuando com a imparcialidade e transparência necessárias ao bom gerenciamento condominial, disponibilizando diversos canais de comunicação para facilitar consultas, dicas e reclamações.
O síndico profissional atua em conjunto com os conselhos fiscais e consultivos para definição de diretrizes, tendo como base as leis, convenção condominial, regulamento interno e decisões em assembleia.
E, havendo o interesse em rescindir o contrato de prestação de serviços, inexiste constrangimento, fato que fatalmente ocorreria caso o síndico fosse um morador.
Por todo o exposto é que a contratação de um síndico profissional considera-se um excelente custo benefício para os condomínios.


Nenhum comentário:

Postar um comentário